Pessoas talentosas

As condições climáticas do Algarve proporcionam um paraíso para o turismo, mas são igualmente frutíferas para quem cá trabalha e para quem estuda. Prova disso é a subida constante de pessoal qualificado que sai da região todos os anos.

Para além da qualificação também a tradição recheia a região de talentos não só na valorização do artesanato local como no novo artesanato.


Alguns números:

A Região do Algarve apresenta uma taxa de escolarização no ensino secundário de 151,5%, acima da média nacional (146,2%).

Existe uma boa capacidade formativa, uma oferta universitária em áreas de especialização e com carácter inovador.

Nos 12 estabelecimentos de ensino superior existentes no Algarve matricularam-se mais de 10 mil alunos e saíram 2.129 jovens diplomados. No primeiro caso as áreas de Ciências Empresariais (Gestão/Economia/Contabilidade), Engenharia e Matemática e Ciências da Vida foram escolhidas, respetivamente, por 20,4%, 14,1% e 8,5% dos alunos matriculados. Os diplomados nestas mesmas áreas representaram, respetivamente, 18,7%, 15% e 5,5% do total.

Cerca de 27% dos alunos inscritos no ensino superior escolheram cursos nas áreas de C&T.

Fonte: INE - Estatísticas do Emprego