O Município de Alcoutim viu aprovada uma candidatura ao Plano de Ação de Desenvolvimento de Recursos Endógenos (PADRE) para criação de um parque de autocaravanismo na vila de Alcoutim. (…)
A candidatura tem enquadramento no Programa Operacional CRESC Algarve 2020, eixo prioritário 5 – investir no emprego, objetivo temático 8 – promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego e apoiar a mobilidade laboral, prioridade de investimento – 8.9. – A conceção de apoio ao crescimento propício ao emprego, através do desenvolvimento do potencial endógeno como parte integrante de uma estratégia territorial para zonas específicas, incluindo a conservação de regiões industriais em declínio e o desenvolvimento de determinados recursos naturais e culturais e da sua acessibilidade, estando o investimento incluído no Plano de Ação de Desenvolvimento de Recursos Endógenos (PADRE). 

A operação, que se prevê estar concluída até 30 de abril de 2021, tem um investimento elegível de 150.578,47 euros, ao qual foi atribuída uma comparticipação comunitária (FEDER) de 105.404,93 euros. (…)

+ INFO AQUI

 

 

A iniciativa faz parte do calendário de atividades da Eurocidade do Guadiana e do projeto EuroGuadiana 2020 e tem como objetivos incentivar o consumo de produtos regionais, promover a inovação empresarial e integrar novas técnicas e produtos na hotelaria e restauração (nomeadamente nas ementas).
A cerimónia, na qual foi entregue a bandeira da rede ao vice-presidente da autarquia vila-realense, Luís Romão, incluiu uma sessão de showcooking com os chefs convidados Paco Méndez (ES) e Marco António Belo (PT), à qual também assistiram as diversas turmas da Escola de Hotelaria. (…)

O «Sabor Sul» é um projeto cofinanciado pelo Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Espanha – Portugal 2014-2020, Eixo Prioritário 2 - Crescimento integrado através da Cooperação Transfronteiriça a favor da competitividade empresarial e com o Objetivo Especifico 3A– Melhorar as condições necessárias e propicias à criação de novas iniciativas empresariais das Pequenas e Médias Empresas.

+ INFO AQUI

 

Castro Marim acolhe, no dia 13 de novembro, no auditório da Biblioteca Municipal, a partir das 9h30, uma reunião no âmbito do desenvolvimento do projeto do Centro Ibérico de Investigação e Combate aos Incêndios Florestais (CILIFO). 

O CILIFO junta o Alentejo, o Algarve e a região espanhola da Andaluzia num projeto que pretende, num objetivo alargado, melhorar a capacidade de resposta das entidades e autoridades implicadas no combate aos incêndios florestais. Para isso, pretende reforçar e promover a cooperação, os procedimentos de trabalho e a formação entre os Dispositivos de Prevenção e Extinção de Incêndios Florestais dentro da área de cooperação da Euro Região Alentejo – Algarve – Andaluzia, fomentando ainda a criação de emprego e a economia rural ligada à paisagem e reduzindo o custo económico associado ao impacto dos incêndios.

Este projeto tem uma duração de três anos (até 2021) e prevê um investimento na ordem dos 24 milhões de euros, dos quais 75 por cento são financiados pela União Europeia no âmbito do Programa de Cooperação Transfronteiriça Interreg VA Espanha-Portugal – Interreg POCTEP (2014-2020). O CILIFO, liderado pela Junta de Andalucía, exprime uma parceria entre 15 entidades de Portugal e de Espanha, que vão trabalhar em rede na criação de infraestruturas, formação, sensibilização, desenvolvimento e inovação na temática da luta contra incêndios florestais. (…)

+ INFO AQUI
Fonte: Algarve Informativo 

 

O Município de Alcoutim viu aprovada, no passado dia 7 de outubro, uma candidatura ao Plano de Ação de Desenvolvimento de Recursos Endógenos (PADRE) para criação de um pavilhão no Parque Industrial de Alcoutim. 

O pavilhão será executado no lote 25, da zona industrial de Alcoutim, localizada no sitio da Bacelar, no Cruzamento (EN 124, EN122, EN 122.1), e tem enquadramento no Programa Operacional CRESC Algarve 2020, eixo prioritário 5 – investir no emprego, objetivo temático 8 – promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego e apoiar a mobilidade laboral, prioridade de investimento – 8.9. – A conceção de apoio ao crescimento propício ao emprego, através do desenvolvimento do potencial endógeno como parte integrante de uma estratégia territorial para zonas especificas, incluindo a conservação de regiões industriais em declínio e o desenvolvimento de determinados recursos naturais e culturais e da sua acessibilidade. (...)
A operação, que se prevê estar concluída até 31 de dezembro de 2020, tem um investimento elegível de 232.204,90 euros, ao qual foi atribuída uma comparticipação comunitária (FEDER) de 130.410,00 euros.

+ INFO AQUI

 

Foi na passada quinta-feira, dia 31 de outubro, a apresentação do projeto EuroGuadiana 2020 – Laboratório Europeu de Governação Transfronteiriça, da Eurocidade do Guadiana, constituída pelos municípios de Ayamonte (ES), Castro Marim e Vila Real de Santo António (PT).
Este será o primeiro laboratório permanente de governação transfronteiriça na Euroregião Alentejo-Algarve-Andaluzia, cujo objetivo é enfrentar novos desafios territoriais, explorar metodologias de trabalho conjunto e elaborar estratégias de acordo com as novas diretrizes europeias. (…)

O projeto EuroGuadiana2020 é resultado de uma candidatura, cofinanciada pela União Europeia, aprovada pela RIET (Assembleia-geral da Rede Ibérica de Entidades Transfronteiriças), à qual a Eurocidade do Guadiana pertence após ser reconhecida como Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial (AECT). O projeto irá contar, além da participação das três autarquias, com alguns parceiros como a Universidade do Algarve, Universidade de Huelva, Região de Turismo do Algarve e a Federação Ibero-Americana de Entidades Inteligentes e Sustentáveis.(…)

+ INFO AQUI

Cacela Velha recebeu a apresentação do projeto H2020 - Advanced Low Flying Aircrafts Detection and Tracking (ALFA), o qual tem por objetivo o aumento da capacidade de vigilância das fronteiras terrestres e marítimas.
Depois de uma fase de testes, realizada em junho, o projeto teve a sua apresentação final, no forte daquela localidade - um ponto estratégico de defesa e controlo transfronteiriço na região do Algarve -, tendo contado com a presença da presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Conceição Cabrita.

O ALFA reúne um consórcio de empresas e universidades e tem como objetivo o desenvolvimento de tecnologia que permita a deteção e predição atempada de pequenas aeronaves e drones que efetuem voos a baixas altitudes e velocidades, prevenindo, desta forma, a criminalidade transfronteiriça com recurso a este tipo de meio, por vezes não tripulado.
Entre outras entidades, a tecnologia está a ser desenvolvida em parceria com a Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (GNR), assim como o Ministério do Interior espanhol, nomeadamente a Direção Geral da Guarda Civil.
(…)
A importância do projeto garantiu o seu financiamento através do programa de financiamento 2020 da União Europeia nas áreas da investigação e inovação, esperando-se que esta tecnologia possa ser implementada a curto prazo e fazer parte integrante dos sistemas de vigilância de fronteiras.

+ INFO AQUI

 

Municípios