A Câmara Municipal de Castro Marim adotou medidas para a diminuição dos consumos de água no concelho, considerando a situação de seca extrema, em pleno período estival, e os baixos níveis de água nas barragens e reservatórios que podem vir a afetar o abastecimento público de água.

Salvaguardando o bom uso da água, a autarquia planeou a adoção de medidas imediatas de redução de gastos de água pelos serviços e nos equipamentos municipais e lançará uma campanha dirigida à comunidade com vista à sensibilização para a poupança e uso consciente de água.

Consciente dos problemas estruturais das redes de abastecimento de água, particularmente nas localidades de Castro Marim e Altura, algumas com 60 anos, o Município iniciou o processo de elaboração de projetos e estudo de viabilidade económica e financeira para uma intervenção de fundo neste setor.

+ INFO AQUI

 

A campanha de escavações arqueológicas em Cacela Velha recebeu a visita da presidente da Câmara Municipal de VRSA, Conceição Cabrita, da Diretora Regional de Cultura do Algarve, Adriana Freire Nogueira, e da Vice-Reitora da Universidade do Algarve, Ana Freitas.

Denominado «Muçulmanos e cristãos em Cacela medieval: território e identidades em mudança», o projeto de investigação resulta de um protocolo de colaboração entre as três entidades. Tem um horizonte de 4 anos e encontra-se a estudar o bairro medieval islâmico (séculos XII-XIII) e a necrópole da Ermida de N. S. dos Mártires (séculos XIII-XVI).

«Este ano, a maior novidade foi o elevado número de sepulturas humanas encontradas, muitas delas difíceis de escavar porque pertenceriam a bebés e crianças, o que revela que teríamos, à data, uma elevada prevalência de mortalidade infantil. Por outro lado, encontrámos restos cerâmicos com uma elevada qualidade, o que foi muito proveitoso do ponto de vista científico», prossegue Maria João Valente.

De acordo com a presidente da Câmara Municipal de VRSA, Conceição Cabrita, «o projeto continuará nos próximos dois anos e permitirá aprofundar o conhecimento sobre o passado de Cacela Velha e contribuir para a musealização deste território».

+ INFO AQUI

 

 

A atleta Joana Ramos, do Grupo Desportivo de Alcoutim, participou este fim de semana na prova do Campeonato Nacional de Velocidade de Canoagem que decorreu em Montemor-o-Velho e conquistou dois títulos Nacionais, o de campeã Nacional de 200 m e o de vice-campeã nacional de 500m.

Joana Ramos já havia alcançado o título de campeã nacional individualmente, assim como por duas vezes conquistou o titulo de campeã nacional em K2. Os atletas do Grupo Desportivo de Alcoutim conquistaram até hoje 20 títulos nacionais, os resultados obtidos refletem a qualidade do trabalho que, diariamente, é realizado na formação dos jovens, além da vertente desportiva, que dá importância à formação humana a nível pessoal, social e cultural, fortalecendo o desenvolvimento dos jovens enquanto pessoas, para se inserirem na sociedade com princípios cívicos e de cidadania, sabendo coexistir em grupo/comunidade, enaltecendo valores como o respeito, a tolerância, a cooperação e a entreajuda, entre outros.

O Presidente da Câmara Municipal de Alcoutim, Osvaldo Gonçalves, saúda a atleta alcouteneja pela conquista alcançada e menciona a importância da mesma no reforço da imagem do concelho com potencial desportivo, onde o desporto dispõe de infraestruturas e vários programas de apoio que estimulam a prática individual e muito em especial o associativismo desportivo.

+ INFO AQUI

 

Municípios