O Município de Alcoutim viu aprovada, no passado dia 9 de março, uma candidatura ao Plano de Ação de Desenvolvimento de Recursos Endógenos (PADRE) que prevê a renovação urbana da zona envolvente da igreja da Nossa Senhora da Assunção, em Giões.

A renovação urbana da zona envolvente da igreja, desenvolve-se no espaço publico adjacente, composto por um largo. No espaço público vai-se proceder à substituição da pavimentação existente por calçada à portuguesa, sendo implantado no espaço um cruzeiro. A operação é ainda composta por um MUPPI outdoor digital Interativo, Hotspot WIFI para promoção dos produtos e recursos endógenos existentes e a instalação de rede WIFI para que os utilizadores acedam a título gratuito às TIC.

A candidatura tem enquadramento no Programa Operacional CRESC Algarve 2020, eixo prioritário 5 – investir no emprego, objetivo temático 8 – promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego e apoiar a mobilidade dos trabalhadores, prioridade de investimento – 8.9. – Apoio ao crescimento propício ao emprego, através do desenvolvimento do potencial endógeno como parte integrante de uma estratégia territorial para zonas especificas, incluindo a conservação de regiões industriais em declínio e o desenvolvimento de determinados recursos naturais e culturais e da sua acessibilidade, estando o investimento incluído no Plano de Ação de Desenvolvimento de Recursos Endógenos (PADRE), na sua reprogramação.

A operação, que se prevê estar concluída até 31 de dezembro de 2020, tem um investimento elegível 172.500,00 euros, ao qual foi atribuída uma comparticipação comunitária (FEDER) de 120.750,00 euros.

 

A Ciclovia da Lezíria, que permite ligar por bicicleta Castro Marim a Monte Gordo e Vila Real de Santo António, vai ser inaugurada na sexta-feira, dia 28, às 10h30. A Câmara Municipal de Castro Marim, responsável pela criação da infraestrutura, revela que a Ciclovia da Lezíria «tem o privilégio de contar com a assinatura do ciclista Ricardo Mestre, um nome castromarinense bem conhecido do público pelas suas presenças e conquistas no ciclismo».

A cerimónia de inauguração terá lugar junto ao Revelim de Santo António, em Castro Marim, com vista para a infraestrutura ciclável, localizada ao longo da EN122, que assim passará a ligar Castro Marim a Vila Real de Santo António «desta forma mais sustentável».
A pista tem três quilómetros, permitindo o acesso ao interior da Reserva do Sapal. A obra foi comparticipada pelo PO CRESC Algarve 2020, projeto PADRE, apoiada por Portugal e União Europeia, cofinanciada a 70% pelo FEDER.
A autarquia sublinha que «o projeto sustentável é mais ambicioso e pretende criar um triângulo verde ciclável: Castro Marim – Vila Real de Santo António – Praia Verde».

Em concurso está já o troço de Castro Marim à Praia Verde, uma empreitada estimada em cerca de 850 mil euros, comparticipada pelo PO CRESC Algarve 2020, projeto PADRE, apoiada por Portugal e União Europeia, cofinanciada a 70% pelo FEDER.
(...)

Fonte: Sul Informação
+ INFO AQUI

 

Foi consignada a obra de implantação de uma estrutura de salvaguarda do cordão dunar da Praia de Altura, no âmbito do PO SEUR (Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos), Portugal 2020, cofinanciada a 75% pelo fundo de coesão. A contrapartida nacional e a despesa não elegível são comparticipadas no âmbito do empréstimo BEI, igualmente cofinanciado por fundos comunitários. 

O cordão dunar da Praia de Altura consiste na elevação de um passadiço entre a Praia da Verdelago (Altura) e a Praia da Lota (Manta Rota), com passagem por ponte na ribeira do Álamo. Será um passadiço com cerca de 1500 metros, com uma largura de 3 metros, que serpenteará o sistema dunar, mas abraçando os apoios de praia a enquadrar na frente-mar e com zonas de descanso e iluminação. Numa segunda fase, este mesmo passadiço fará a ligação com a Praia de Monte Gordo. (…)
Este projeto foi realizado sob orientação da APA e em conformidade com a dinâmica sedimentar do respetivo cordão dunar.

+ INFO AQUI

 

O Município de Alcoutim viu aprovada uma candidatura ao Plano de Ação de Desenvolvimento de Recursos Endógenos (PADRE) para criação de um parque de autocaravanismo na vila de Alcoutim. (…)
A candidatura tem enquadramento no Programa Operacional CRESC Algarve 2020, eixo prioritário 5 – investir no emprego, objetivo temático 8 – promover a sustentabilidade e a qualidade do emprego e apoiar a mobilidade laboral, prioridade de investimento – 8.9. – A conceção de apoio ao crescimento propício ao emprego, através do desenvolvimento do potencial endógeno como parte integrante de uma estratégia territorial para zonas específicas, incluindo a conservação de regiões industriais em declínio e o desenvolvimento de determinados recursos naturais e culturais e da sua acessibilidade, estando o investimento incluído no Plano de Ação de Desenvolvimento de Recursos Endógenos (PADRE). 

A operação, que se prevê estar concluída até 30 de abril de 2021, tem um investimento elegível de 150.578,47 euros, ao qual foi atribuída uma comparticipação comunitária (FEDER) de 105.404,93 euros. (…)

+ INFO AQUI

 

 

A iniciativa faz parte do calendário de atividades da Eurocidade do Guadiana e do projeto EuroGuadiana 2020 e tem como objetivos incentivar o consumo de produtos regionais, promover a inovação empresarial e integrar novas técnicas e produtos na hotelaria e restauração (nomeadamente nas ementas).
A cerimónia, na qual foi entregue a bandeira da rede ao vice-presidente da autarquia vila-realense, Luís Romão, incluiu uma sessão de showcooking com os chefs convidados Paco Méndez (ES) e Marco António Belo (PT), à qual também assistiram as diversas turmas da Escola de Hotelaria. (…)

O «Sabor Sul» é um projeto cofinanciado pelo Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Espanha – Portugal 2014-2020, Eixo Prioritário 2 - Crescimento integrado através da Cooperação Transfronteiriça a favor da competitividade empresarial e com o Objetivo Especifico 3A– Melhorar as condições necessárias e propicias à criação de novas iniciativas empresariais das Pequenas e Médias Empresas.

+ INFO AQUI

 

Castro Marim acolhe, no dia 13 de novembro, no auditório da Biblioteca Municipal, a partir das 9h30, uma reunião no âmbito do desenvolvimento do projeto do Centro Ibérico de Investigação e Combate aos Incêndios Florestais (CILIFO). 

O CILIFO junta o Alentejo, o Algarve e a região espanhola da Andaluzia num projeto que pretende, num objetivo alargado, melhorar a capacidade de resposta das entidades e autoridades implicadas no combate aos incêndios florestais. Para isso, pretende reforçar e promover a cooperação, os procedimentos de trabalho e a formação entre os Dispositivos de Prevenção e Extinção de Incêndios Florestais dentro da área de cooperação da Euro Região Alentejo – Algarve – Andaluzia, fomentando ainda a criação de emprego e a economia rural ligada à paisagem e reduzindo o custo económico associado ao impacto dos incêndios.

Este projeto tem uma duração de três anos (até 2021) e prevê um investimento na ordem dos 24 milhões de euros, dos quais 75 por cento são financiados pela União Europeia no âmbito do Programa de Cooperação Transfronteiriça Interreg VA Espanha-Portugal – Interreg POCTEP (2014-2020). O CILIFO, liderado pela Junta de Andalucía, exprime uma parceria entre 15 entidades de Portugal e de Espanha, que vão trabalhar em rede na criação de infraestruturas, formação, sensibilização, desenvolvimento e inovação na temática da luta contra incêndios florestais. (…)

+ INFO AQUI
Fonte: Algarve Informativo 

 

Municípios