Cacela Velha recebeu a apresentação do projeto H2020 - Advanced Low Flying Aircrafts Detection and Tracking (ALFA), o qual tem por objetivo o aumento da capacidade de vigilância das fronteiras terrestres e marítimas.
Depois de uma fase de testes, realizada em junho, o projeto teve a sua apresentação final, no forte daquela localidade - um ponto estratégico de defesa e controlo transfronteiriço na região do Algarve -, tendo contado com a presença da presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Conceição Cabrita.

O ALFA reúne um consórcio de empresas e universidades e tem como objetivo o desenvolvimento de tecnologia que permita a deteção e predição atempada de pequenas aeronaves e drones que efetuem voos a baixas altitudes e velocidades, prevenindo, desta forma, a criminalidade transfronteiriça com recurso a este tipo de meio, por vezes não tripulado.
Entre outras entidades, a tecnologia está a ser desenvolvida em parceria com a Unidade de Controlo Costeiro da Guarda Nacional Republicana (GNR), assim como o Ministério do Interior espanhol, nomeadamente a Direção Geral da Guarda Civil.
(…)
A importância do projeto garantiu o seu financiamento através do programa de financiamento 2020 da União Europeia nas áreas da investigação e inovação, esperando-se que esta tecnologia possa ser implementada a curto prazo e fazer parte integrante dos sistemas de vigilância de fronteiras.

+ INFO AQUI

 

A Câmara Municipal de Castro Marim vai avançar com o concurso da obra da ciclovia que ligará a vila de Castro Marim à Praia Verde, uma empreitada estimada em cerca de 850.000,00+IVA. Localizada na EN 125-6, a via de acesso à freguesia de Altura e ao IC27, esta ciclovia deverá ter uma extensão de cerca de 5km e a sua criação está integrada num projeto de valorização da rodovia, nomeadamente no alargamento e repavimentação e na melhoria da drenagem.
Esta obra está a ser candidatada a um quadro comunitário de apoio à mobilidade sustentável, o PAMUS do Algarve (Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável), tendo já sido integrada no seu mapeamento. (…)

Recorde-se que está em fase de conclusão a ciclovia que liga Castro Marim a Vila Real de St. António, localizada na EN122, uma obra comparticipada pelo PO CRESC Algarve 2020, projeto PADRE, apoiada por Portugal e União Europeia e cofinanciada a 70% pelo FEDER. (…)

“Grande parte do nosso turismo é sénior, um tipo de público que aprecia a natureza, gosta de andar de bicicleta e de sair do conceito turístico de sol e praia, por isso temos de alargar a oferta, aproveitando outros recursos do concelho”, garante o presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, Francisco Amaral, empenhado numa aposta turística mais diversificada.

+ INFO AQUI

 

O Município de Alcoutim assinou no passado dia 10 de setembro, o contrato de empreitada para a construção de um espaço para dinamização de produtos endógenos em Alcoutim com a empresa “Caetano Costa & Costa, Lda.”.

A presente operação, incluída no PADRE, pretende construir a loja de artesanato, doces regionais e merchandising de Alcoutim, localizado na avenida Eng. Duarte Pacheco, em Alcoutim, bem como o seu apetrecho com equipamentos diversos, com vista a criar condições de venda e exposição produtos endógenos existentes no território.

Permitirá assegurar a valorização económica de recursos endógenos em espaços de baixa densidade, contribuindo para a valorização dos recursos endógenos “Produtos da Terra, Gastronomia e Doçaria Tradicional”. Pretende-se potenciar a criação ao empreendedorismo local, com identificação de oportunidades de negócio, bem como a criação de postos de trabalho, através do autoemprego, a instalação de microempresas e de artesãos locais, fixado a população no território. Promover-se-á a comercialização de produtos locais, produzidos no território, aos visitantes, potenciar-se-á o trabalho em rede dos atores locais, com vista à certificação dos respetivos produtos.

+ INFO AQUI

Novas infraestruturas, como uma sala de expressão artística na Escola Básica Professor Joaquim Moreira, o arranjo paisagístico nas ruas principais e junto à igreja, e um espaço de acolhimento aos turistas foram inauguradas, no passado dia 30 de Agosto, em Martim Longo (Alcoutim). 

As inaugurações contaram com a presença da população, do executivo e convidados que assistiram ao descerrar das placas de Inauguração por Osvaldo Gonçalves, presidente da Câmara de Alcoutim, Francisco Serra, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, Paulo Ginga, presidente da Junta de Freguesia de Martim Longo, e Lurdes Gonçalves, diretora do Agrupamento de Escolas de Alcoutim. (...)

A Revitalização Urbana na Aldeia foi executada através da candidatura Programa Operacional CRESC Algarve 2020, operação incluída no Plano de Ação de Desenvolvimento de Recursos Endógenos (PADRE), tendo as Infraestruturas de Apoio ao Ensino na Escola Básica Prof. Joaquim Moreira sido executada através da candidatura designada por “Criação de Infraestrutura de Apoio ao Ensino na EBI 1,2,3, Joaquim Moreira, em Martim Longo”, pelo Programa Operacional CRESC Algarve 2020, eixo prioritário 7. (...)

Fonte: Sul Informação
+ INFO AQUI

 

A Câmara Municipal de Castro Marim adotou medidas para a diminuição dos consumos de água no concelho, considerando a situação de seca extrema, em pleno período estival, e os baixos níveis de água nas barragens e reservatórios que podem vir a afetar o abastecimento público de água.

Salvaguardando o bom uso da água, a autarquia planeou a adoção de medidas imediatas de redução de gastos de água pelos serviços e nos equipamentos municipais e lançará uma campanha dirigida à comunidade com vista à sensibilização para a poupança e uso consciente de água.

Consciente dos problemas estruturais das redes de abastecimento de água, particularmente nas localidades de Castro Marim e Altura, algumas com 60 anos, o Município iniciou o processo de elaboração de projetos e estudo de viabilidade económica e financeira para uma intervenção de fundo neste setor.

+ INFO AQUI

 

A campanha de escavações arqueológicas em Cacela Velha recebeu a visita da presidente da Câmara Municipal de VRSA, Conceição Cabrita, da Diretora Regional de Cultura do Algarve, Adriana Freire Nogueira, e da Vice-Reitora da Universidade do Algarve, Ana Freitas.

Denominado «Muçulmanos e cristãos em Cacela medieval: território e identidades em mudança», o projeto de investigação resulta de um protocolo de colaboração entre as três entidades. Tem um horizonte de 4 anos e encontra-se a estudar o bairro medieval islâmico (séculos XII-XIII) e a necrópole da Ermida de N. S. dos Mártires (séculos XIII-XVI).

«Este ano, a maior novidade foi o elevado número de sepulturas humanas encontradas, muitas delas difíceis de escavar porque pertenceriam a bebés e crianças, o que revela que teríamos, à data, uma elevada prevalência de mortalidade infantil. Por outro lado, encontrámos restos cerâmicos com uma elevada qualidade, o que foi muito proveitoso do ponto de vista científico», prossegue Maria João Valente.

De acordo com a presidente da Câmara Municipal de VRSA, Conceição Cabrita, «o projeto continuará nos próximos dois anos e permitirá aprofundar o conhecimento sobre o passado de Cacela Velha e contribuir para a musealização deste território».

+ INFO AQUI

 

 

Municípios