Já começou, e está a decorrer a bom ritmo, a obra de implantação de uma estrutura de salvaguarda do cordão dunar da Praia de Altura, no âmbito do PO SEUR (Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos), Portugal 2020, cofinanciada a 75% pelo fundo de coesão. A contrapartida nacional e a despesa não elegível são comparticipadas no âmbito da linha BEI PT 2020 - Autarquias, Empréstimo Quadro assinado entre o BEI, Banco Europeu de Investimento, e Portugal.

O cordão dunar da Praia de Altura consiste na elevação de um passadiço entre a Praia da Verdelago (Altura) e a Praia da Lota (Manta Rota), com passagem por ponte na ribeira do Álamo. Será um passadiço com cerca de 1500 metros, com uma largura de 3 metros, que serpenteará o sistema dunar, mas abraçando os apoios de praia a enquadrar na frente-mar e com zonas de descanso e iluminação. Numa segunda fase, este mesmo passadiço fará a ligação com a Praia de Monte Gordo. (…)

Este projeto foi realizado sob orientação da APA e em conformidade com a dinâmica sedimentar do respetivo cordão dunar.

+ INFO AQUI

No âmbito do Programa abem – Rede Solidária do Medicamento, o Município de Tavira celebrou com a Associação Dignitude um protocolo com o objetivo de garantir o acesso ao medicamento. Este destina-se a agregados familiares em comprovada situação de carência económica ou vulnerabilidade social, assim como idosos com mais de 70 anos, doentes de risco ou doença crónica.
O beneficiário usufruirá de 100% na aquisição de medicamentos comparticipados pela Rede Nacional de Saúde e sujeitos a receita médica.

Para beneficiar do cartão abem deverão os interessados apresentar a sua candidatura, nos meses de julho e agosto, através do preenchimento do respetivo formulário. Este deverá ser entregue na Divisão de Assuntos Sociais da Câmara Municipal de Tavira, sita na Rua da Liberdade n.º 62, em Tavira.
(…)

+ INFO AQUI

 

No âmbito da Estratégia Local de Habitação 2019-2030 do Município de Loulé, foram dados passos importantes para resolver o problema habitacional que tanto afeta a comunidade louletana. Assim, a autarquia lançou um anúncio junto do mercado imobiliário com o objetivo de adquirir e arrendar imóveis destinados à habitação.

Simultaneamente foi aprovado em sessão pública de 8 de julho o projeto de Regulamento Municipal do Direito à Habitação, instrumento que vai regular a atribuição das habitações aos agregados familiares que delas necessitam.

Com o objetivo de promover o direito à habitação para todos, o Município irá, através da nova geração de políticas habitacionais, recorrer ao seu património predial, mas também adquirir mais imóveis e mais terrenos para a construção de novos fogos habitacionais em diversos locais do concelho. (…)

Recorde-se que até ao ano de 2030 a Câmara Municipal de Loulé quer apoiar diretamente 1400 agregados familiares no acesso à habitação. Só o loteamento da Clona, na cidade de Loulé, contará com 128 fogos.

+ INFO AQUI

 

O Município de Faro recebeu com grande satisfação e orgulho a notícia da distinção de Maria Filipa São Braz Rabaça, aluna do mestrado em Arquitetura Paisagista, da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT) da Universidade do Algarve, com uma Menção Especial na oitava edição do Prémio Archiprix Portugal 2020 - Prémio Nacional para o Ensino de Arquitetura, Arquitetura Paisagista e Urbanismo.

A dissertação de Mestrado em Arquitetura Paisagista da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve, da autoria de Filipa Rabaça, com o tema "Contributos para o inventário de Jardins Históricos no Algarve: Faro", sob a orientação da professora Sónia Talhé Azambuja, obteve o prémio de Menção Especial (equivale ao 2.º prémio) de acordo com deliberação do Júri do Prémio Archiprix Portugal 2020, de dia 4 de julho de 2020. (…)

  Instituído em 2012 pela Fundação Archiprix (Roterdão) e Fundação Serra Henriques (Lisboa), o prémio envolve de forma plural e independente a a Ordem dos Arquitetos, a Trienal de Arquitetura de Lisboa, a Casa da Arquitetura, o Docomomo Internacional, a Associação Portuguesa de Urbanistas, a Associação Portuguesa dos Arquitetos Paisagistas e o corpo docente das instituições de ensino de arquitetura, urbanismo e arquitetura paisagista portuguesas.

+ INFO AQUI

 

Lagoa continua a ser a única Câmara Municipal do país com a Certificação da Norma Portuguesa 4552:2016 - Sistema de Gestão da Conciliação entre a Vida Profissional, Familiar e Pessoal. (…)

Tiveram lugar durante o mês de maio e junho as auditorias de acompanhamento da implementação da Norma Portuguesa 4552:2016, que resultaram na averiguação do impacto junto dos trabalhadores e trabalhadoras, bem como no controlo de todo o processo e respetivos procedimentos, verificando-se por um lado a consolidação desta estratégica de gestão de recursos humanos adotada pela organização e, por outro, um acolhimento muito positivo pelos dirigentes e pelos trabalhadores e trabalhadoras, garantindo desta forma o sucesso deste projeto. 

O compromisso político de adotar um Sistema de Gestão da Conciliação, foi assumido em consonância com o objetivo de construir uma Cidade Educadora, Inclusiva, Inteligente e Sustentável que se pretende em constante evolução, com o intento de facilitar e melhorar a forma como as equipas e as pessoas gerem a afetação do tempo e as suas responsabilidades profissionais, familiares e pessoais e, desse modo, promover o bem-estar dos trabalhadores/as, os níveis motivacionais e a melhoria do desempenho da organização, bem como atrair e reter talentos, que se traduz também em maior qualidade de serviço público prestado às pessoas que escolhem Lagoa para viver, trabalhar, visitar ou investir.
(…)

+ INFO AQUI

 

Vila do Bispo foi o concelho do Algarve que mais reciclou, per capita, em 2019. De acordo com os dados divulgados pela Algar cada munícipe produziu em média 297 kg de resíduos seletivos (papel, vidro e embalagens), representando 13% de todos os resíduos produzidos no município.

Recorde-se que já no ano 2018, de acordo com os dados do INE, Vila do Bispo ficou à frente, quer a nível nacional quer a nível regional, no que diz respeito à separação de resíduos seletivos por habitante.

Ainda segundo dados do INE, desde 2011 que o município, neste indicador de sustentabilidade, tem estado sempre no top 4 na região do Algarve e no top 5 a nível nacional.
(…)

+ INFO AQUI

 

Municípios