No dia 07 de abril decorreu, na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, a cerimónia de tomada de posse da Provedora do Animal, Agnes Freitas. Sob proposta da Câmara Municipal, a Assembleia Municipal de Tavira aprovou a designação de uma figura externa, a título de colaboração voluntária e não remunerada, para assumir esta causa.

A provedoria do animal surgiu devido à evolução legislativa do bem-estar animal em Portugal. É desempenhada por um cidadão ou cidadã independente e imparcial relativamente a qualquer entidade municipal. Esta tem como objetivo primordial a comunicação ativa entre a autarquia, os munícipes, as associações locais de defesa animal e as instituições com responsabilidade nesta área. (…)

+ INFO AQUI

De 8 de abril a 4 de junho, estará patente ao público no Convento de Santo António, em Loulé, a exposição de fotografia de Tiago Grosso e Luís da Cruz “3000 horas de Sol”.

O turismo de sol e praia teve e continua a ter um papel hiperativo na transformação acelerada da nossa paisagem natural, urbanística, social, económica e estética, sendo o seu impacto bem visível na nossa linha costeira. Este título luminoso transporta-nos  para um ideário imagético que se encontra associado ao Algarve enquanto lugar de desejo. Mas este não é o tipo de imagens que encontraremos nesta exposição.

+ INFO AQUI

 

Desde 01 de abril, o Município de Lagoa passou a assumir competências do estado, nomeadamente, os serviços que estavam afetos ao Instituto de Segurança Social, I.P., tais como o Serviço de Atendimento e Acompanhamento Social (SAAS) de pessoas e famílias em situação de emergência, vulnerabilidade e exclusão social, bem como a celebração e o acompanhamento dos Contratos de Inserção dos Beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI). (…)

A Câmara Municipal de Castro Marim está a instalar equipamentos de telemetria para controlo de consumos de água nos espaços verdes municipais e a criar ZMC’s (Zonas de Medição e Controlo) nos sistemas de abastecimento de água para consumo humano, com o objetivo de proteger e melhorar a gestão dos recursos hídricos no concelho.  

Este investimento resulta de uma candidatura ao Fundo Ambiental, realizada em estreita colaboração com a Agência Portuguesa do Ambiente, I.P. (APA), no âmbito da eficiência hídrica, nomeadamente na melhoria de infraestruturas e tecnologias de gestão de rega em espaços verdes urbanos e na modernização e controlo ativo de perdas.

+ INFO AQUI

 

No âmbito da estratégia municipal de combate às alterações climáticas, e após abertura do primeiro aviso de concurso do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), o município de São Brás de Alportel alcançou a aprovação da sua primeira candidatura no âmbito da eficiência hídrica.
Sob a designação “Criação de zonas de Medição e Controlo no Sistema de Água no concelho de São Brás de Alportel” o projeto agora aprovado pela Comissão de Gestão do PRR na Comunidade Intermunicipal do Algarve tem por objetivo a criação de zonas de medição e controlo que vêm complementar o sistema de telegestão existente.

+ INFO AQUI

 

Municípios