A rota pedestre “Trilho dos pescadores” já chega à cidade de Lagos. Esta etapa da rota oferece um trilho de 11 kms, compreendidos entre Burgau e Lagos, passando pela Praia da Luz e pela Ponta da Piedade, locais de grande beleza natural e paisagística.

O “Trilho dos pescadores”, composto por 13 etapas, num total de 226,5 km, é provavelmente um dos melhores trilhos costeiros do mundo. Sempre junto ao mar, seguindo os caminhos usados pelos locais para acesso às praias, ao longo das falésias, com alguma exigência a nível físico, mas em contacto permanente com o vento do mar e da natureza selvagem. (…)

Confirmar a região como destino internacional de turismo responsável, nos segmentos ativo e de natureza, unir a região – empresas, instituições e comunidades, em torno de um projeto responsável e sustentável, trazer novos mercados e estimular novos negócios na região e sensibilizar as comunidades locais e os visitantes do território para a importância da preservação do património natural e cultural e para o desenvolvimento sustentável de toda a região, são só alguns dos objetivos pelos quais a Rota Vicentina, em parceria com autarquias e empresas privadas, continua a trabalhar.

+ INFO AQUI

 

O Instituto nacional de Estatística (INE) divulgou no dia 12 de novembro os indicadores do poder de compra per capita (IpC), relativos a 2017, tendo Faro passado de 6.º concelho do país (2015) para o 5.º lugar (2017), e aumentado o valor de 132,1 para 132,5, tomando Portugal como valor de referência (100). Para nota, os primeiros 4 classificados são Lisboa, Porto, Oeiras e São João da Madeira.(…)
Segundo os dados do INE, dos 308 municípios portugueses, apenas 32 registaram valores acima da média nacional e, desses, 22 concelhos concentraram 50% do poder de compra nacional.
O Indicador per Capita do poder de compra pretende traduzir o poder de compra manifestado quotidianamente, em termos per capita, nos diferentes municípios ou regiões, tendo por referência o valor nacional (Portugal = 100).

+ INFO AQUI

 

São Brás de Alportel recebeu a 7ª edição da Volta a Portugal de Apoio ao Emprego, numa edição que  apresentou mais de um milhão de vagas de trabalho, estágios e voluntariados no espaço europeu. (…)
A iniciativa procura promover a melhoria da empregabilidade em contexto europeu e abordou um conjunto de temas, entre as quais a nova Plataforma IEFPONLINE, os projetos EURES e EURES Transfronteiriço Andaluzia/Algarve – Uma carreira na Europa, o Corpo Europeu de Solidariedade – Estágios, Emprego e Voluntariado e ainda os projetos “Ruralidades” e “Blue Generation”.
É promovida em parceria pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional e pelo Centro de Informação Europe Direct do Algarve, que conta com a parceria local do Gabinete do Empreendedor da Câmara Municipal de São Brás de Alportel e do Gabinete de Inserção Profissional.

+ INFO AQUI

 

Vila do Bispo é novamente Município do Ano 2019 na categoria Algarve, agora com o projeto educativo “Conhecimento do Património Local”. A gala de entrega dos prémios decorreu no Mosteiro de Arouca, no passado dia 15 de novembro, onde a Câmara Municipal se fez representar pelo seu presidente, Adelino Soares, para receber o respetivo galardão.

A autarquia candidatou-se a este prémio, atribuído pela Universidade do Minho, no âmbito do concurso “ Municípios do Ano Portugal 2019”, com o projeto “ Conhecimento do Património Local”. Este assenta na partilha da importância de diversos aspetos da História, do Património Natural e Cultural do Município, enriquecendo as crianças com uma serie de conteúdos relativos ao meio onde vivem e estudam, integrando-se, assim, numa estratégia de educação e de sensibilização patrimonial dirigida à comunidade. Esta disciplina inédita assumiu, como objetivo essencial, dar a conhecer a História, o Património Local, Natural e Cultural, Material e Imaterial, disponível no território concelhio de Vila do Bispo, contribuindo ativamente para a sua conservação e para a consciencialização, informação e desenvolvimento das crianças, e respetivas famílias, formando-as enquanto futuros gestores de uma riquíssima herança coletiva. (…)

Recorde-se ainda que esta é a terceira vez que o Município de Vila do Bispo é premiado neste concurso, depois de ter sido vencedor nacional em 2015, com o “Festival de Observação de Aves & Atividades de Natureza” e de, em 2017, ter sido o galardoado a nível regional, com o projeto “Evocação das Operações do U35 em Sagres”.

+ INFO AQUI

 

Foi aprovado, na última reunião do Executivo Municipal, realizada a 13 de novembro, um protocolo de cooperação, a celebrar entre o Município e o Instituto Nacional para a Reabilitação (INR,I.P.), que visa a criação de um Balcão da Inclusão em Lagos. Proporcionar atendimento especializado na área da deficiência e reabilitação é o objetivo desta parceria que será formalizada no próximo dia 26 de novembro, em Alcanena, no âmbito do 2.º Encontro Nacional da Rede de Balcões da Inclusão.

O acesso à informação é condição essencial para a promoção de igualdade de oportunidades e o pleno exercício da cidadania das pessoas com deficiência/incapacidade. Essa é também a missão dos Balcões da Inclusão, espaços de atendimento onde se presta, a pessoas com deficiência e/ou incapacidade, às suas famílias e, ainda, a organizações que direta ou indiretamente intervêm na área da deficiência, informação sobre direitos, benefícios e recursos existentes na área da deficiência e reabilitação, designadamente relacionados com: prestações e respostas sociais, produtos de apoio/ajudas técnicas, benefícios fiscais, acessibilidades e transportes, educação precoce e educação.(…)

Atualmente, segundo a informação disponibilizada pelo INR, a Rede de Balcões da Inclusão integra 52 serviços de atendimento instalados em autarquias, a que se somam 18 instalados nos centros distritais da Segurança Social.

+ INFO AQUI

 

Castro Marim acolhe, no dia 13 de novembro, no auditório da Biblioteca Municipal, a partir das 9h30, uma reunião no âmbito do desenvolvimento do projeto do Centro Ibérico de Investigação e Combate aos Incêndios Florestais (CILIFO). 

O CILIFO junta o Alentejo, o Algarve e a região espanhola da Andaluzia num projeto que pretende, num objetivo alargado, melhorar a capacidade de resposta das entidades e autoridades implicadas no combate aos incêndios florestais. Para isso, pretende reforçar e promover a cooperação, os procedimentos de trabalho e a formação entre os Dispositivos de Prevenção e Extinção de Incêndios Florestais dentro da área de cooperação da Euro Região Alentejo – Algarve – Andaluzia, fomentando ainda a criação de emprego e a economia rural ligada à paisagem e reduzindo o custo económico associado ao impacto dos incêndios.

Este projeto tem uma duração de três anos (até 2021) e prevê um investimento na ordem dos 24 milhões de euros, dos quais 75 por cento são financiados pela União Europeia no âmbito do Programa de Cooperação Transfronteiriça Interreg VA Espanha-Portugal – Interreg POCTEP (2014-2020). O CILIFO, liderado pela Junta de Andalucía, exprime uma parceria entre 15 entidades de Portugal e de Espanha, que vão trabalhar em rede na criação de infraestruturas, formação, sensibilização, desenvolvimento e inovação na temática da luta contra incêndios florestais. (…)

+ INFO AQUI
Fonte: Algarve Informativo 

 

Municípios