Lagoa continua a ser a única Câmara Municipal do país com a Certificação da Norma Portuguesa 4552:2016 - Sistema de Gestão da Conciliação entre a Vida Profissional, Familiar e Pessoal. (…)

Tiveram lugar durante o mês de maio e junho as auditorias de acompanhamento da implementação da Norma Portuguesa 4552:2016, que resultaram na averiguação do impacto junto dos trabalhadores e trabalhadoras, bem como no controlo de todo o processo e respetivos procedimentos, verificando-se por um lado a consolidação desta estratégica de gestão de recursos humanos adotada pela organização e, por outro, um acolhimento muito positivo pelos dirigentes e pelos trabalhadores e trabalhadoras, garantindo desta forma o sucesso deste projeto. 

O compromisso político de adotar um Sistema de Gestão da Conciliação, foi assumido em consonância com o objetivo de construir uma Cidade Educadora, Inclusiva, Inteligente e Sustentável que se pretende em constante evolução, com o intento de facilitar e melhorar a forma como as equipas e as pessoas gerem a afetação do tempo e as suas responsabilidades profissionais, familiares e pessoais e, desse modo, promover o bem-estar dos trabalhadores/as, os níveis motivacionais e a melhoria do desempenho da organização, bem como atrair e reter talentos, que se traduz também em maior qualidade de serviço público prestado às pessoas que escolhem Lagoa para viver, trabalhar, visitar ou investir.
(…)

+ INFO AQUI

 

Vila do Bispo foi o concelho do Algarve que mais reciclou, per capita, em 2019. De acordo com os dados divulgados pela Algar cada munícipe produziu em média 297 kg de resíduos seletivos (papel, vidro e embalagens), representando 13% de todos os resíduos produzidos no município.

Recorde-se que já no ano 2018, de acordo com os dados do INE, Vila do Bispo ficou à frente, quer a nível nacional quer a nível regional, no que diz respeito à separação de resíduos seletivos por habitante.

Ainda segundo dados do INE, desde 2011 que o município, neste indicador de sustentabilidade, tem estado sempre no top 4 na região do Algarve e no top 5 a nível nacional.
(…)

+ INFO AQUI

 

Procurando soluções no âmbito da habitação municipal, a Câmara Municipal de Aljezur encetou varias reuniões, com o Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana e a Fundiestamo – Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Imobiliário, SA, procurado encontrar soluções, para desenvolver novas áreas de loteamentos municipais, nomeadamente em Rogil e Aljezur, onde  possui 2 terrenos, com a possibilidade de desenvolver loteamentos para lotes de autoconstrução, ou mesmo construção para aluguer, e ainda para encontrar solução para recuperação das ruinas e terrenos, que possui na zona histórica de Aljezur.

Tendo em vista a implementação de uma ELH (Estratégia Local de Habitação) em Aljezur, irá proceder-se a uma série de trabalhos e ações que irão permitir definir qual a estratégia a optar para uma intervenção em matéria de política de habitação.

A ELH de Aljezur deve ter por base um diagnóstico das carências existentes, relativamente ao acesso à habitação, dos recursos e das dinâmicas de transformação das áreas a que se referem, de forma a definir as metas e os objetivos a atingir no período da sua vigência, especificar as soluções habitacionais a desenvolver e a sua priorização. Deve ainda articular os objetivos e as ações a desenvolver em matéria de política de habitação com as outras políticas setoriais, nomeadamente, as políticas urbanas, sociais, de emprego, educação, saúde, transportes, entre outras.
(…)

+ INFO AQUI

 

Adjudicada pelo montante de 3.048.020,31€ (acrescido de IVA) e um prazo de execução de 450 dias, teve início esta semana a empreitada de construção da nova Escola EB1+JI da Luz. O contrato foi assinado no passado dia 9 de março, mas ficou a aguardar o visto do Tribunal de Contas, que deu recentemente luz verde a esta contratação pública, permitindo iniciar os trabalhos no terreno.
Esta intervenção é, recorde-se, a última do ciclo de requalificação e ampliação do parque escolar que o município de Lagos tem vindo a executar e no âmbito do qual se construíram novos equipamentos e requalificaram todos os já existentes, em toda a área do concelho. A construção deste novo equipamento escolar vai permitir aumentar o número de salas de pré-escolar e do 1.º ciclo no concelho e redefinir a rede escolar em toda a freguesia.
(…)
Outra obra fundamental para a freguesia da Luz que está prestes a ter início é a empreitada de Requalificação da Estrada Municipal 537 (entre as Quatro Estradas e a Vila da Luz), adjudicada pelo valor de 1.616.092,06€ acrescido de IVA, e cujo contrato também já foi visado pelo Tribunal de Contas.

+ INFO AQUI

 

Avança mais uma importante obra, no âmbito da segurança e mobilidade para os peões e para o trânsito em geral. (…)
Apôs várias reuniões com as Infraestruturas de Portugal, assumiu a Câmara de Aljezur, a realização desta importante obra, que permitirá retirar os passeios dos peões no interior da ponte, melhorando a circulação automóvel e garantido assim mais e melhor segurança para todos, enquadrando-se a mesma nas intervenções de requalificação da frente ribeirinha de Aljezur. 
(…)
A obra adjudicada à empresa Correta – Construções, Lda., de Aveiro, por um valor de 196.330€ e um prazo de construção de 120 dias, permitirá mais conforto e mais segurança, para os peões e automobilistas. Esta infraestrutura, completa assim o investimento nesta zona do parque ribeirinho, que sofreu obras, recentemente concluídas, dando mais qualidade a esta área da vila de Aljezur.

+ INFO AQUI

 

Aljezur tem um novo espaço de lazer, o Parque Verde da Ribeira de Aljezur, que se encontra terminado e disponível, para o público visitar e usufruir. Este projeto teve como principal objetivo, prosseguir a requalificação junto à ribeira de Aljezur, melhorando esta zona, junto ao comércio local, ao ar livre, que potenciará os recursos naturais e culturais da vila aljezurense, dando assim continuidade à requalificação do centro histórico de Aljezur, junto à zona ribeirinha.
(…)
O Município de Aljezur candidatou este espaço ao programa CRESC ALGARVE 2020 e teve a aprovação de um financiamento elegível de aproximadamente 360.000,00€, com uma contrapartida financeira de 70%.

+ INFO AQUI

 

Municípios