Dando continuidade à preservação das tradições tão diversificadas do concelho, o Município de Silves lança mais um desafio aos seus munícipes, desta feita dirigido a todos aqueles que gostem de recordar e saibam provérbios, lengalengas, expressões, adivinhas e costumes, entre outros, “Na ponta da língua”.

Começou como ideia apresentada ao Orçamento Participativo Portugal 2018 e transformou-se em projeto vencedor a desenvolver na região do Algarve por um período de dois anos, mas foi mais recentemente que o mesmo começou – nas palavras da entidade promotora – a dar os primeiros voos, através da assinatura do protocolo de colaboração com o Instituto da Conservação da Natureza e da Floresta. 

A Associação Bandeira Azul da Europa (ABAE) acaba de atribuir a 13 escolas do concelho de Lagoa o Galardão Eco-Escolas 2020. O Agrupamento de Escolas Rio Arade (AERA) distinguiu-se ainda como o único Eco-Agrupamento do Algarve. (…)
Lagoa posicionou-se como o concelho algarvio com mais escolas galardoadas, num total de 13 (treze). O AERA, um dos dois Agrupamentos de Escolas existentes no concelho de Lagoa, recebeu ainda o certificado reservado aos Agrupamentos onde todas as escolas são Eco- Escolas.

O Município de Lagoa tem desenvolvido com a ABAE, nos últimos anos, uma parceria no âmbito da Educação para a sustentabilidade ambiental, tema que Lagoa elegeu como marca do biénio de 2020/21. A ABAE é uma Organização Não Governamental (ONG) com intervenção em 77 países, especializada em educação para a sustentabilidade.
(…)
«Apesar dos condicionalismos associados ao encerramento físico das escolas no final do ano letivo transato, os estabelecimentos da rede pública (Agrupamentos de Escolas ESPAMOL e AERA) e da rede privada (Nobel Internacional School), empenharam-se no cumprimento da metodologia Eco-Escolas e foram capazes de levar o programa até ao fim, nomeadamente através do incentivo ao desenvolvimento de diversas atividades em casa. A distinção é assim bem merecida por docentes, alunos, pais/encarregados de educação, técnicos da autarquia e todos os agentes educadores envolvidos», frisou Luís Encarnação, presidente do Município de Lagoa.

+ INFO AQUI

 

Foi concluída mais uma importante obra da responsabilidade da autarquia de Aljezur, a obra do Pontão Pedonal sobre a Ribeira de Aljezur. O executivo da Câmara, no dia 29 de outubro, abriu ao público num acto simbólico esta infraestrutura. Esta obra é de extrema importância e muito aguardada pela população, que todos os dias atravessam a ponte viária em Aljezur. Esta nova infraestrutura, que teve um custo de cerca de 200 mil euros, vem assim permitir mais e melhor mobilidade para os peões e acima de tudo, garantir mais e melhor segurança para os mesmos, assim como melhorar a fluidez do trânsito na ponte viária.
(…)

Esta obra enquadra-se numa série de investimentos previstos para esta zona ribeirinha, que sofreu obras recentemente concluídas, dando mais qualidade a esta área da vila de Aljezur. Foi ainda aprovada recentemente, uma candidatura ao Fundo Ambiental, para uma intervenção ao longo da ribeira de Aljezur.

+ INFO AQUI

 

Desde 2014 que o Município de Monchique tem vindo a promover o estudo e a valorização do emblemático Sítio Arqueológico do Cerro do Castelo de Alferce. Com efeito, têm sido concretizadas diversas ações de investigação e de divulgação, destacando-se a intervenção arqueológica realizada em agosto de 2017 e os trabalhos de prospeção geofísica efetuados em setembro de 2019, cujos resultados foram publicados conjuntamente numa revista da especialidade. 

Trata-se de um povoado fortificado que encerra uma área intramuros com aproximadamente 9,1 hectares, composto por três recintos amuralhados não concêntricos, que seria o centro de um território militar e de uma microrregião. O comummente designado castelo de Alferce corresponde ao primeiro de dois recintos fortificados que compõem a fortificação islâmica que coroa o cerro e que, no estado atual de conhecimento, deduz-se que terá sido construída no século IX e terá estado em atividade até ao século XI.

No passado mês de maio foi submetido à Direção-Geral do Património Cultural um Projeto de Investigação Plurianual em Arqueologia (PIPA) intitulado “Da Pré-história Recente ao Medieval Islâmico: antigas ocupações humanas no Cerro do Castelo de Alferce”. Trata-se de um projeto de investigação promovido pelo Município de Monchique, em parceria com a Universidade do Algarve, a Universidade de Évora e o Campo Arqueológico de Mértola, que conta com o apoio de várias entidades, por exemplo, a Junta de Freguesia de Alferce e a Direção Regional de Cultura do Algarve. Nesse âmbito, foi reunida uma equipa de investigação multidisciplinar composta por investigadores com diversas competências técnico-científicas.
(…)

+ INFO AQUI

 

A Câmara Municipal de Lagos aprovou o protocolo de colaboração a estabelecer entre o Município de Lagos, a União das Freguesias de Bensafrim e Barão de São João e o Centro Cultural de Barão de São João, tendo como objetivo definir a gestão de Centro de BTT de Lagos, também designado Centro Cyclin’ Portugal de Lagos.

Este protocolo resulta da colaboração entre várias entidades, clubes e empresas locais, tendo em vista garantir a manutenção preventiva e a conservação dos percursos existentes, assim como a sua vigilância adicional, num conjunto de nove trilhos de BTT, num total de 300 km. Com a operacionalização desta parceria será possível reforçar a aposta nesta área desportiva e promover igualmente o turismo de natureza, apoiando de forma mais eficaz as atividades de caminhada e/ou corrida, existentes na Via Algarviana, que passam pela Mata de Barão de São João. Garantir a limpeza dos trilhos, proceder à promoção dos percursos e ainda à abertura do módulo com a oficina self-service, assim como o apoio nos serviços básicos e de emergência, são outras das competências agora atribuídas.
(…)

+ INFO AQUI

 

 

Municípios