O portal principal da Ermida de Santo António do Alto está a ser alvo de trabalhos de restauro por parte da equipa de conservação e restauro municipal. A intervenção tem como principal objetivo a limpeza e tratamento da cantaria em pedra e a remoção das excessivas camadas de cal que sobrepõem o elemento que encima o portal, tendo em conta que a espessura de centenas de caiações, efetuadas ao longo dos anos nos motivos de argamassa, escondem a volumetria original dos elementos, a sua cor original (ocre) e o estado de degradação do suporte.
(…)
A Ermida de Santo António do Alto, um dos mais carismáticos monumentos da cidade de Faro, remonta à segunda metade do século XV, sendo um dos mais antigos templos da cidade. (…) Além de um importante património de cariz religioso, este é também um ponto de interesse cultural e turístico cada vez mais destacado na cidade e na região. Nesse sentido, o Município de Faro e a Direção Regional de Cultura do Algarve celebraram um protocolo, em junho de 2019, com vista à colaboração na organização da oferta de serviços culturais e turísticos associados à dinamização daquele espaço.

+ INFO AQUI

 

Realiza-se, dia 15 de maio, no Cineteatro Louletano, a cerimónia de celebração do contrato interadministrativo para a construção do novo edifício/ampliação do Centro de Saúde de Loulé e apresentação do projeto. (…)

Refira-se que este novo complexo de saúde na cidade de Loulé ficará localizado a poente das atuais instalações do Centro de Saúde. Trata-se de um equipamento criado de raiz, no âmbito de uma parceria entre a administração central e administração local, e tem como objetivo reforçar a assistência médica e clínica às populações do concelho e da região.(…)

Esta obra representa um investimento na ordem dos 3.700.000€ dos quais 65% serão suportados pela Câmara e os outros 35% ficarão a cargo da Administração Regional de Saúde do Algarve. Prevê-se a abertura do concurso para a execução da obra no próximo verão. (…)

+ INFO AQUI

 

A Ponte Velha de Silves, sobre o rio Arade, foi classificada Monumento de Interesse Público. Esta classificação vem, assim, reconhecer o valor cultural deste imóvel, ícone de Silves e marco histórico nas acessibilidades ao Barlavento algarvio, cuja origem remontará a meados do século XIV.

O Município de Silves congratula-se com esta classificação por parte do Estado, resultante do empenho e esforço da autarquia silvense em tomar medidas de proteção deste monumento histórico da cidade, e apresenta-se como o 12.º monumento do concelho classificado Monumento de Interesse Público, juntando-se, assim, à Cisterna Islâmica da Rua do Castelo, Ermida da Nossa Senhora do Pilar, Igreja Paroquial de Alcantarilha, Castelo de Alcantarilha, Igreja Matriz de São Bartolomeu de Messines, Fortaleza de Armação de Pêra, Pelourinho de Silves, Igreja de São Francisco, Quinta da Cruz, Ermida da Nossa Senhora dos Mártires e à Igreja da Misericórdia de Silves. (…)

De salientar que a ponte velha será alvo de obras de reabilitação construtiva e estrutural, tendo o Município concluído, recentemente, o processo de adjudicação da obra. Esta intervenção, cujo investimento ronda os 355 mil euros, incluirá trabalhos de conservação, restauro e reforço com o objetivo de estabilizar os processos de degradação, reforçar estruturalmente a obra-de-arte, melhorar os acessos e circulação e harmonizar em termos estéticos todo o conjunto.

+ INFO AQUI

O edifício da Junta de Freguesia de Armação de Pêra será inaugurado no dia 1 de março, pelas 17h00. O programa comemorativo tem início com a Banda da Sociedade Filarmónica Silvense, que fará uma arruada pela vila (pelas 16h30), saindo da Fortaleza em direção ao novo edifício, que se localiza junto ao Mercado e ao lado da antiga Escola Primária.
Após o ato oficial de inauguração deste novo equipamento (que contempla o descerramento da placa de inauguração e uma visita oficial às novas instalações), a cerimónia culminará com dois momentos musicais distintos no exterior do edifício (salvo se as condições meteorológicas não o permitirem). 
(...)
De salientar que o novo edifício da Junta de Freguesia de Armação de Pêra, cujo investimento suportado pela Câmara Municipal de Silves ascendeu aos 700 mil euros, é composto por dois pisos, com mais de 500m2 de construção, átrio de receção com pé-direito duplo, secretaria para cinco postos de trabalho, instalações sanitárias, gabinetes de trabalho, gabinete multiusos, sala de reuniões, sala de pessoal com copa, zonas de arquivo e de arrecadação, espaços e arranjos exteriores com lugares de estacionamento. O edifício acomoda, também, uma ampla sala polivalente com uma área de 160m2, sala essa que permitirá a realização de eventos de natureza cultural ou outros, e que se encontra equipada com modernos sistemas de som, controlo de iluminação, climatização e ventilação.

+ INFO AQUI

 

A Administração Regional de Saúde (ARS) do Algarve recebeu autorização para financiar o novo Centro de Saúde Universitário de Loulé, projeto «inovador» focado na investigação e formação de profissionais dos cuidados de saúde primários, disse o seu presidente.

O edifício do novo centro vai ser financiado com uma verba de 1,3 milhões de euros da ARS/Algarve (35% do total), autorizada por portaria do Governo datada de 28 de janeiro, e outra de 2,4 milhões (65%) do município de Loulé, já orçamentada para 2020.

Em declarações à Lusa, o presidente da ARS/Algarve, Paulo Morgado disse acreditar que o projeto contribua “para a tão difícil fixação dos clínicos no Algarve, que desta forma passam a ter uma oportunidade na região de se poderem diferenciar na vertente académica, que de outra forma não teriam”.

+ INFO AQUI

 

O bar Bafo de Baco, o Café Calcinha e a Mercearia Portuguesa são as três primeiras lojas do concelho de Loulé – e do Algarve – a integrar a plataforma “Comércio com História” (https://www.comerciocomhistoria.gov.pt), da Direção-Geral das Atividades Económicas.

Para além da integração na plataforma, com este reconhecimento os estabelecimentos passarão a ter um dístico colocado nos seus espaços, símbolo da valorização que se pretende dar a estes edifícios identitários para a comunidade louletana.Depois desta primeira experiência prevê-se a inserção de outros estabelecimentos do concelho louletano naquela plataforma como meio incrementador do Turismo Cultural e Patrimonial no território algarvio. (…)

A Plataforma “Comércio com História”
Esta plataforma “Comércio com História”, da Direção Geral das Atividades Económicas, engloba nesta fase inicial 206 estabelecimentos do país, visando a proteção e promoção destes espaços com interesse histórico, cultural ou social, sejam antigos ou mais recentes, e que fazem parte da identidade das cidades, da rotina diária dos bairros. Têm a vantagem de ter um atendimento personalizado, muitas contam com uma longa história que se identifica na arquitetura, no mobiliário ou na decoração, e foram passando pelo tempo graças à paixão dos seus proprietários. Escolher o comércio tradicional para fazer compras é também uma forma de contribuir para salvaguardar esse património.

+ INFO AQUI

 

Municípios